No “apagar das luzes”, Prefeitura vai gastar com Réveillon o valor cortado ao HSS

No “apagar das luzes” a gestão 2013/2016 da Prefeitura de Recreio pretende realizar um Réveillon que irá gastar em apenas uma noite, aproximadamente, o montante cortado ao Hospital São Sebastião, entre maio e setembro. Informações não oficiais revelam que serão consumidos na noite da virada entorno de R$ 40 mil.

Prefeito Ônio em festa da cidade. Foto: Arquivo.
Prefeito Ônio em festa da cidade. Foto: Arquivo.

O Site Pólis teve acesso ao extrato de publicação do processo de licitação nº 069/2016 – pregão presencial nº 053/2016, publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, onde é descrito que “a Prefeitura Municipal de Recreio fará realizar o processo para contratação de pessoa jurídica especializada para realização de festividades do Réveillon 2016, para a Prefeitura Municipal de Recreio na data de 12 de dezembro de 2016, às 11h”. A publicação tem data de 29 de novembro.

Não tivemos acesso ao edital, onde especificasse os valores que serão gastos e os serviços que serão contratados, porém, informações não oficiais descrevem que deverão ser consumidos quase R$ 40 mil com o festejo. Por coincidência o montante cortado pela Prefeitura ao Hospital, de maio a setembro deste ano, depois do prefeito Ônio Fialho Miranda comunicar ao provedor Dr. Luiz Ronaldo Pinheiro dos Santos a redução de R$ 17.500 para R$ 10 mil da cooperação financeira, é quase o mesmo. Vale ressaltar que a parcela do convênio que era destinada, exclusivamente, para ajudar nas despesas do HSS foi encerrada em setembro, as demais para manutenção e custeios do Pronto-Socorro Municipal foram mantidas.

Reunião entre prefeito e provedor do HSS. Foto: Arquivo.
Reunião entre prefeito e provedor do HSS. Foto: Arquivo.

Um evento tradicional e de notoriedade na cidade, como o Réveillon, poderia estar sendo custeado com recursos do Fundo Municipal de Cultura, porém, este ano o Fundo está zerado, pois, não houve recebimento da verba estadual ICMS Cultural, por conta da falta de políticas públicas do Município nesta área no ano anterior.

No dia 31 de dezembro encerra-se o terceiro mandato do prefeito Ônio à frente do Município. Em 2 de outubro ele perdeu a chance de chegar a sua segunda reeleição, depois ser derrotado por Zé Maria Barros, por uma diferença histórica de 1.128 votos.

One thought on “No “apagar das luzes”, Prefeitura vai gastar com Réveillon o valor cortado ao HSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *