Prefeito de Recreio ajusta detalhes para retorno das atividades da Usina de Reciclagem

O prefeito de Recreio, José Maria Barros, começou a ajustar os últimos detalhes para o retorno das atividades da Usina de Reciclagem do distrito de Conceição da Boa Vista, fechada desde 2015. A previsão é que a operação reinicie no segundo semestre deste ano.

Na última semana a Superintendência Regional de Meio Ambiente – SUPRAM – Zona da Mata, órgão regulador de assuntos ambientais vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, emitiu a licença ambiental para o retorno das atividades. O documento tem validade de 10 anos.

Para discutir a autorização do órgão ambiental e as pendências estruturais o prefeito recebeu em seu gabinete (foto acima) os representantes Associação de Catadores de Material Reciclável de Além Paraíba “ACRAP”, contratada para gerenciar a reciclagem, Dário Gomes e Fernando Samuel; o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Recreio, Danilo Silva; o procurador Jurídico, Dr. Luís Henrique Gessualdi; e o presidente da Câmara Municipal, Paulinho Pintor.

“Falta pouco para o retorno das atividades da Usina. Algumas pendências serão resolvidas nos próximos meses. A nossa expectativa é que no segundo semestre tudo esteja pronto para a geração de aproximadamente 10 empregos diretos”, informou o prefeito José Maria Barros.

A Usina de Reciclagem, localizada no distrito de Conceição da Boa Vista, a cerca de 5 km da área urbana de Recreio, foi inaugurada em fevereiro de 2012 através de investimentos da Brookfield Energia Renovável com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social “BNDES” no valor de R$ 641 mil. Porém, em junho de 2015 por negligência administrativa as atividades foram paralisadas. Até 2017 o espaço ficou abandonado, sofrendo com furtos e com a ação do tempo. A partir da suspensão da operação os resíduos sólidos “lixo” passaram a ser enviados ao aterro sanitário União Recicláveis na BR-116.

Usina de Reciclagem de Conceição da Boa Vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *