Segundo semestre letivo da rede municipal de Recreio voltou com novidades

O segundo semestre do ano letivo de 2019 da rede municipal de educação de Recreio voltou com novidades: conjuntos de carteiras escolares para ensino fundamental; equipamentos para educação infantil; e renovação da frota do transporte escolar.

Entrega de equipamentos para educação infantil.

Para as escolas que oferecem ensino fundamental I e II chegaram mais de 400 conjuntos de carteiras escolares para estudantes, professores e também para estudantes com necessidades especiais. Nas escolas João Damasceno Ferreira e Professora Nice Damasceno de Almeida Muniz as novas carteiras já estão sendo utilizadas. O investimento foi superior a R$ 109 mil. O recurso é do Plano de Ações Articuladas “PAR” do Ministério da Educação, via Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação “FNDE”.

Novos conjuntos de carteiras escolares.

Para a educação infantil, mais conhecida como creche, chegaram 10 carrinhos para bebês e 10 cadeiras de alimentação. Os equipamentos foram entregues na última quarta-feira (14), no C.E.M. Criança Feliz, pelo prefeito de Recreio, José Maria Barros; ao lado da secretária de Educação e Cultura, Maria José Lacerda “Zezé”. Os carrinhos e as cadeiras, ambos da marca Galzerano, custaram aproximadamente R$ 8 mil. A aquisição foi feita com recursos próprios.

A frota do transporte escolar também voltou com novidade. No início do mês chegou um ônibus escolar (foto), através de indicação parlamentar do deputado Federal, Misael Varella. Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, outros dois estão programados para chegar por meio do Plano de Ações Articuladas “PAR”, porém, a compra destes será através de processo licitatório do Município. A renovação da frota do transporte escolar é um investimento de mais de R$ 650 mil. Assim como na aquisição das carteiras escolares, o recurso é do FNDE.

Juntos, o prefeito José Maria Barros e a secretária de Educação, Maria José (foto), lembraram que este ano outra importante notícia para os profissionais do magistério foi o reajuste de 4,17%, através da Lei Municipal 1.683/2019, sancionada pelo chefe do executivo no dia 19 de fevereiro. O percentual foi aplicado aos profissionais do magistério público da educação básica que desempenham as atividades de docência ou a de suporte pedagógico à docência, isto é, supervisor, vice-diretor e diretor, exercidas no âmbito das unidades escolares de educação básica, de acordo com § 2º, do artigo 2º da Lei Federal nº 11.738/2008. O prefeito lembrou também que os salários estão sendo pagos dentro dos prazos regulamentados pela legislação federal, não havendo atrasos e muito menos parcelamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *