Recreio: um sinal de esperança pro Brasil

Economia: Por Davi Carneiro*

Eu pensei muito se iria escrever uma matéria essa semana, foram tantos acontecimentos tristes e revoltantes que fica difícil focar em algum assunto em meio a tantas tragédias. Por isso não vim falar diretamente sobre os protestos, vim falar sobre esperança, sobre uma visão otimista sobre o futuro e que possamos nos tornar melhores um com os outros.

A equipe do Era Sol Que Me Faltava começou um projeto em seu Instagram em que irá divulgar para seus seguidores marcas, pessoas, serviços, lojas, entre outros. Isso é um de vários exemplos na cidade que mostram o poder dos indivíduos e que, o ser humano por natureza busca o bem-estar em conjunto para que assim consiga desenvolver sua própria felicidade.

Isso logicamente impacta na economia não apenas municipal, mas regional e até mais que isso. Ao divulgar uma marca, essa marca consegue chegar a mais pessoas, e assim ter mais consumidores. Tendo assim, um esperado crescimento, e assim promovendo seu próprio trabalho. Tendo esse crescimento, é de se esperar maior receita, que pode ser convertido em melhoria de condição de vida, produtos mais baratos para os clientes, melhores ofertas de produtos, salários mais altos ou até mesmo novos empregados.

Obviamente é uma análise no longo prazo e um cenário extremamente teórico, porque na economia há milhares de fatores inesperados que podem e irão influenciar nesse sistema. Mas em teoria é isso o que acontece. Uma pequena ação consegue melhorar a vida não apenas de quem está sendo divulgado, como também daqueles que utilizam esse serviço e até daqueles que não utilizam, pois, um mercado evoluído força através da concorrência ao outro evoluir também. Ações como essa são grandes combatentes na luta contra a desigualdade social, por melhores condições de vida para a população e até mesmo contra o desemprego.

Isso vai causando uma cadeia de pessoas e marcas que vai crescendo, a ponto em que uma ação em Recreio pode influenciar um mercado em Ponta Grossa no Paraná, o famoso efeito borboleta. Logicamente o Era Sol irá se beneficiar também, ao ter a sua marca sendo divulgada, e assim atraindo mais pessoas para seus eventos e com isso beneficiando a cidades em ocasiões como no carnaval, que terão mais turistas, beneficiando um valor inimaginável de trabalhadores.

Os efeitos de pequenas ações de indivíduos são estratosféricos. Como diz o famoso efeito borboleta; o bater de asas de uma borboleta nos EUA pode causar um furacão no Japão semanas depois. Assim é na economia, no qual pequenas atitudes mostram gigantes resultados.

Isso não é exclusivo desse exemplo, vários e vários indivíduos estão tendo belas ações pelo país e também mostrando os mais variados e inimagináveis resultados para a população.

Enquanto temos fascistas pintados de antifascistas, esquerda e direita batalhando para disputar o poder de controlar a vida das pessoas e através do estado ter o monopólio do crime, iniciativas como a da turma do Era Sol Que Me Faltava agora, e atitudes de blocos anteriormente e de vários outros indivíduos que estão fazendo o bem, servem de exemplo para mostrar que não é a esquerda, não é a direita, não é o fascismo ou os antifascistas que vão mudar e salvar o Brasil. São as pessoas, os indivíduos em livre iniciativa e em comum acordo. Apenas os indivíduos podem salvar o país, salvar o mundo. O estado, com seu monopólio do crime, apenas irá sempre causar desordem.

*O texto é de responsabilidade do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *